Comunidade Nossa Senhora das Vitórias - Paróquia Santa Teresinha de Lisieux

Comunidade Nossa Senhora das Vitórias

Por: RUBENS GALVAO RIBEIRO MARTINS


 Rua Benjamin Constant, 1.149 – Ana Terra, Colombo-PR-Brasil

Dia da padroeira – 16 de janeiro.

Coordenador CAEC
Telefone (41)
Coordenador CCP
 João e Marilda
Telefone (41) 98524-7039

 

E-mail:  vitórias@teresinhadelisieux.com.br

 

HISTÓRIA

A Comunidade Nossa Senhora das Vitórias teve início em junho de 1994, com  Pe. Ari e Irma Erli, que reunindo com alguns moradores viu a necessidade do povo carente e sofrido  em fundar esta comunidade.

Pensando com carinho, Pe. Ari muito devoto e Santa Teresinha, e Santa Teresinha, por sua vez,  ser devota a Nossa Senhora das Vitórias, surgiu a ideia de batizar a Capela de Nossa Senhora das Vitórias, enfim, nasceu a comunidade.

Iniciou, então,  com missas e catequese no recinto do CAIC,  até  construir a capela. Então, foi chegando devagarzinho as  pastorais e nelas  um grupo de jovens fervoroso com um amor enorme e uma força tamanha chegando atuar com quase 30 jovens e adolescentes.  Pe. Hildo um dia nos falou que este grupo era a menina dos olhos da paróquia. E foi surgindo  os primeiros coordenadores de CPP  e sua equipe.

Em 1995, conseguiram o terreno ao lado do Caic e montou-se o esqueleto do barracão, E com o passar do tempo outros coordenadores colaborando com seu trabalho, disponibilidade, humildade, conseguimos celebrar a primeira missa na Capela com Pe. Hildo. Quase não tínhamos missa na capela, e conversando com Pe. Hildo e Pe. Ari na época, Pároco no Cabral  e de novo olhando com carinho para esta comunidade, nos falou que se fossemos buscar o saudoso Pe. Silvio, ele celebraria a missa e quando terminasse  levaríamos para celebrar a missa nas Irmãs  Passionistas. Então chegou aquele padre mais carismático e encantador em nossa capela. Celebrando  duas missas por mês,  Abrilhantando as missas com suas histórias. Não media esforço, vinha duas horas antes da Missa, saía com o Sr. Joaquim, com um alto falante na Kombi em todas as ruas anunciando a missa ou algum evento.

Pe. Silvio – inesquecível –  chegou  valorizando este povo humilde, ficando conosco ate se adoentar  em uma das missas celebrada por ele, com seu  jeitinho meigo, batizou  esta Capela de Comunidade do Amor, que adotamos e até hoje em todos os eventos, colocamos esta mensagem e não podendo jamais esquecer no final da missa levantava as mãos e falava um carisma enorme: “Bom domingo”!“

 

Obs: em caso de alteração ou inclusão de informação nesta página, lideres da comunidade deve entrar em contato com a Pascom – Pastoral da Comunicação desta Paróquia.

http://www.teresinhadelisieux.com.br/pastorais/comunicacao/